Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sweet Stuff

"Who in the world am I? Ah, that's the great puzzle!"

100 Happy Days #8 & #9

49 - A preparar o jantar :)

50 - A versão mais linda e perfeita da Alice está agora à venda no Book Depository ahhhh

51 - O bolo de aniversário que eu ajudei a fazer! Não ficou lindo? :)

52 - Prenda proveniente de uma private joke que recebi na véspera do regresso às aulas;

53 - Nada melhor do que um bom banho depois de um dia esgotante;

54 - Home, sweet home;

55 - Love letters à 5º ano <3

 

 

 

3 anos de Sweet Stuff

Foi há exactamente 3 anos numa tarde aborrecida que o Sweet Stuff nasceu!

 

 

 

 

 

 

Um obrigada sincero a todos aqueles que me acompanham nesta viagem, uns desde o início, outros apanharam o comboio a meio, todos têm um lugar especial no meu coração. Hoje estou um passo mais próxima do meu sonho, hoje sei hoje aquilo que quero fazer, hoje sei aquilo de que sou capaz de fazer, e sou ainda hoje a miúda maluca viciada nos Beatles, que adora cozinhar cupcakes e não consegue parar de escrever. 

Obrigada por acreditarem em mim. Parabéns a nós!

My body feels young but my mind is very old

Engraçado que é quase sempre em Setembro que me dá para estas coisas de escrever sobre como o tempo passa tão rápido e nós nem notamos pela sua passagem. Tenho cinco anos e também cento e cinquenta. Sinto-me tão velha mesmo sendo tão nova e por vezes nem me lembro de ter deixado de ser criança. Faz algum sentido? Nem por isso. Hoje deve ser só um daqueles dias em que parece que temos o peso todo do Mundo nos ombros e nos sentimos melancólicos e nostálgicos. Irremediavelmente: velhos.

*sim eu amo esta música e sim sempre gostei mais do Noel que do Liam shhh*

Desafio Literário

E como o Blogs SAPO anda numa de desafios, hoje trago mais um, desta vez passado pela à grande e à portuguesa, obrigada pela nomeação! :)

Tal como o título do post indica trata-se de enumerar os dez melhores livros que já li até hoje. Pergunta dificílima como devem calcular. Escolhi alguns dos livros que mais adoro e que mais me marcaram ao longo da vida. 

 

O meu top 10 de livros:

1. O Principezinho - Antoine de Saint-Exupéry

2. O Rapaz que ouvia as estrelas - Tim Bowler

3. Alice's Adventures in Wonderland & Through the Looking Glass- Lewis Carroll

4. A volta ao Mundo em 80 dias - Júlio Verne

5. Um Refúgio para a Vida - Nicholas Sparks

6. Ensaio sobre a Cegueira - José Saramago

7. The Fault in our Stars - John Green

8 .The Catcher in the Rye - J. D. Salinger

9. About a Boy - Nick Hornby

10. Poemas - Alberto Caeiro

 

*Os livros não aparecem em nenhuma ordem de preferência*

 

Passo o desafio aos seguintes blogs/pessoas: Just Smile, Bruna, Something New, Beatriz, Let Me Believe, Liz, Alexis, Maria e todos os amantes de livros que ainda não fizeram e queiram fazer :) 

Ai como é bom voltar à rotina

- Ora está sol, ora o céu desaba;

- A bipolaridade do São Pedro reflecte-se na minha garganta inflamda, a par de uma bela tosse de cão e de um nariz a pingar;

- Adoro a pontualidade tão pontualmente pontual dos transportes públicos;

- Tuuudo dói;

- Chegar a casa de rastos e ainda ter de pensar em coisas tipo comida;

- E no facto de que tenho um blog e leitores fofinhos;

- Amanhã é já outro dia;

- Ai como é bom voltar à rotina!

 

 

queda.

De repente sentiu uma vontade enorme de partir.

De viajar. De deixar tudo para trás, de ser egoísta uma vez na vida e virar as costas ao Mundo por um bocadinho.

Não a todo o Mundo, mas ao seuMundo, ao Mundo de todos os dias, à realidade que estava cansada de ver e viver.

Já não queria estar presente.

Olhou pela varanda do quarto e debruçou-se um pouco, inclinou a cabeça para baixo e começou a baloiçar os pés.

Era como uma espécie de dança, para a frente, para trás, mas sem deixar cair.

Aquela cidade não era simpática, nem aquelas pessoas, nem aquela vida, a única réstia de cor que havia naquelas ruas era o amarelo ofuscante dos táxis. Mais nada.

Em pontas de pés fechou os olhos, conseguia sentir a brisa de Outono acariciar-lhe a face, os pés estavam agora imóveis mas ainda afastados do chão.

Já não queria estar presente numa cidade que nunca deu nada a ninguém, não queria estar presente naquele corpo que nunca foi nada a ninguém.

Fechou os olhos por um momento e um momento só.

Para a frente, para trás mas sem deixar cair.

Ainda com a chávena na mão, sorveu um golo, seguido de outro e de um seguinte e de um último. Bebeu o Universo numa chávena de chá.

E de repente sentiu uma vontade enorme de cair

para nunca mais se levantar.

<3 | via Tumblr

100 Happy Days #7

Dia 43 - I'm with the band!

Dia 44 - A minha estante preferida arrumadinha;

Dia 45 - Quem é que adora morangos? Eu, eu, eu!

Dia 46 - Corridas ao final do dia sabem sempre bem :)

Dia 47 - Organizando os meus vestidos e camisas;

Dia 48 - Vamos passear no Rossiiiiio;

Dia 49 - Mensagens fofinhas :3

 

Gostaram das fotografias? Qual a vossa preferida?

Pág. 1/2

ABOUT ME

Sonhadora a tempo inteiro & blogger em part-time. Adora livros, antiguidades e flores na cabeça. Escreve textos pseudo-românticos quando está para aí virada. É fã de dançar ballet na cozinha e cantar no chuveiro. O seu pé direito insiste em ser torto e não há como o emendar. Nunca diz que não a uma chávena de chá.
(+ sobre mim)

DAILY LOVE

Read the Printed Word!

2017 Reading Challenge

Dizzy Lizzie has read 0 books toward her goal of 10 books.
hide

PARTNERS

WOOK - www.wook.pt

SPREAD THE LOVE!

SweetStuff