Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sweet Stuff

Neste blog fala-se sobre livros, viagens, ballet e muito mais.

Dom | 25.01.15

"A goal without a plan is just a wish" | agenda 2015

Já é por aqui bem conhecida a minha obsessão por cadernos e material de papelaria em geral certo? Não consigo passar um dia sem registar listas de tudo e mais alguma coisa em papel, por isso para mim uma agenda é um bem precioso e essencial para me organizar. Procurava a agenda perfeita para este ano há imenso tempo e depois de uma pesquisa exaustiva lá encontrei a menina dos meus olhos na fnac. É pequenina sem ser minúscula, tem espaço suficiente para eu escrever tudo o que me der na cabeça e ainda consegue ser super amorosa, jackpot!

 

Qua | 21.01.15

in the kitchen | tarteletes de cebola roxa

Um dos meus objectivos para 2014 era cozinhar mais e melhor e apesar de não ter experimentado tantas receitas novas como gostaria, a verdade é que fiz alguns pratos que resultaram na perfeição. Este ano pretendo aprender ainda mais receitas vegetarianas e partilhá-las aqui no blog com vocês, que me dizem? :)

Hoje trago-vos uma receita de uma entrada que adorei fazer, tarteletes de cebola roxa:

Sem Título.png

 

Sem Títulohhh.png

 

 

1 - Aqueçam previamente o forno a 220ºC. Estendam a massa e cortem 4 círculos com 12 cm de diâmetro. Com a ajuda de uma faca, desenhem em cada círculo um bordo com cerca de 1cm. Coloquem a base das tarteletes num tabuleiro de ir ao forno.

2 - Aqueçam o azeite  numa frigideira grande. Mexam com frequência e deixem refogar durante 10 minutos ou até as cebolas estarem tenras. Adicionem a malagueta e deixem cozer durante 1 minuto, de seguida temperem com o sal e a pimenta preta.

3 - Último passo (yay está quase), espalhem o pesto pelas bases das tarteletes, excepto nos bordos. Com uma colher coloquem a mistura de cebola por cima do pesto e terminem dispondo os pinhões (eu não gosto de pinhões por isso não coloquei). Levem ao forno durante 12 - 15 minutos, até que a massa suba e fique dourada.

DSCF4653.JPG

Sem Títulossasa.png

 

- Se leram a receita com atenção devem ter reparado que leva malagueta e pimenta, sim as tarteletes são picantes mas creio que se não se abusar muuuuito da pimenta satisfazem o gosto de qualuqer um;

- Se não tiveram massa folhada fresca não há problema! Em qualquer supermercado podem encontrar  massa folhada congelada, descongelam no microondas e têm o problema resolvido.

- Pesto é um molho para massas que podem fazer vocês mesmos ou comprar já feito, se comprarem vêm em frasquinhos e há o verde e o vermelho.

Espero que tenham gostado da receita e se experimentarem partilhem os resultados!

 

Qui | 15.01.15

Ainda há coisas boas na vida sabes?

Apesar de tudo, ainda há coisas boas na vida sabes? Ainda há a rapariga que te agarra a porta para tu passares, põe o pé no elevador para tu entrares a tempo, cede o lugar no autocarro aos mais velhos, e às grávidas e crianças e às vezes mesmo a qualquer um que se queira sentar mais do que ela quer estar sentada.

Apesar de tudo ainda há essa rapariga muito bem-educada, muito cortês, muito simpática. Apesar de tudo ela melhora o teu dia, ela facilita as coisas, ela abre-te portas e cede-te lugares. Apesar de tudo essa rapariga é te mais do que muitos já foram. Os estranhos são só estranhos até termos coragem para os conhecer.

Apesar de tudo há pessoas incríveis. Não por terem encontrado a cura para o cancro, terem libertado um país da guerra ou terem dedicado a vida a uma causa mais nobre. Há pessoas incríveis não por serem super-heróis para o Mundo mas por serem super-heróis para ti. Sim, para ti. Apesar de tudo há coisas mesmo boas na vida, como os estranhos que estão no momento certo, à hora certa e mudam a nossa vida, por uns segundos ou para sempre. Os nossos super-heróis merecem mais reconhecimento não achas? Talvez mereçam mais do que ser meros estranhos, talvez valham a pena um café e dois dedos de conversa, ou um passeio no parque ou um abraço genuíno. Talvez eles mereçam saber que hoje eles foram super-heróis, e por isso não se deviam sentir derrotados durante todos os outros dias para além deste. Ela merece saber que é uma super-heroína.

Já agradeceste à rapariga do autocarro hoje?

Pág. 1/2