Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sweet Stuff

Neste blog fala-se sobre livros, viagens, ballet e muito mais.

Sex | 23.07.21

AMY, AMY, AMY

Amy-Winehouse-e1571367914230-1024x681.jpeg

Criei este blog em Setembro de 2011: dois meses após o anúncio da morte de uma artista que marcou a minha vida. Conto pelos dedos as mortes de "famosos" que me afectaram, mas podem crer que a da Amy Winehouse foi uma delas. Nos primórdios do Sweet Stuff, e no rescaldo da perda da Amy, cheguei a escrever sobre o que a música dela significou para mim. Apesar de, adorar o seu aclamado Back to Black, tenho uma afinidade especial pelo seu primeiro ábum de estúdio. Frank é uma carta de amor a Sinatra, ao jazz, aos Beastie Boys, e a todas as outras influências de uma rapariga que está a tentar encontrar o seu lugar no mundo. É uma resposta aos amores de adolescência que pensamos durar para sempre, um comentário mordaz sobre a sociedade, e por vezes apenas um desabafo, uma confissão. O mais trágico na sua história é que sinto que Amy nunca soube realmente o quão especial era. Continuo a ouvir a sua voz e a recordá-la como a mulher extraordinária que foi, com um dom incrível, vencida pelos seus demónios. Em 2006, Amy cantou pela primeira vez: "I just need a friend." Só espero que, onde quer que tenhas estado nestes últimos dez anos, os tenhas conseguido encontrar.

Seg | 19.07.21

TAG DOS 50% (2021) 📖

lectora.jpg

Ilustração: María Hesse 

 

1- O melhor livro que leste até agora, em 2021.

O primeiro que vem à cabeça é o Piranesi da Susanna Clarke. Li no início de Fevereiro e soube logo que seria um dos favoritos deste ano, e da vida (não dou cinco estrelas assim à toa, mas este livro é mesmo bom bom bom). 

 

2- A melhor continuação que leste até agora, em 2021.

 A este ponto da pandemia um terço do que leio é Enid Blyton (sim, a sério), por isso, para melhor continuação terei de eleger o Quinto Ano no Colégio das Quatro Torres. Era o meu preferido desta colecção em criança e mantém-se no pódio.

 

3- Algum lançamento do primeiro semestre que ainda não leste, mas queres muito.

Tecnicamente é um lançamento do segundo semestre, mas quero muito ler o The Comfort Book do Matt Haig. 

 

4- O livro mais aguardado do segundo semestre.

Para além do anterior, quero muito ler o novo livro da María Hesse, a sua biografia da Marilyn cuja publicação em Portugal está prevista para Setembro.

 

5- O livro que mais te decepcionou este ano.

A Vida Mentirosa dos Adultos desiludiu-me um pouco, mas acho que foi porque tinha altas expectativas e, inconscientemente, estava à espera de algo semelhante à tetralogia d' Amiga Genial. É um bom character study, mas não o melhor que já li da Ferrante.

 

6- O livro que mais te surpreendeu este ano.

As Extremamente Inconvenientes Aventuras de Bronte Mettlestone foi um infanto-juvenil que me surpreendeu imenso. Recomendo se gostam d'Alice, Catherynne M. Valente, ou simplesmente de livros fofinhos com maravilhosas descrições de comida. 


7- Novo autor favorito (que lançou o seu primeiro livro este semestre ou que conheceste recentemente).

Apaixonei-me pelo David Sedaris. Já sabia que ele era engraçado, mas com o Let's Explore Diabetes with Owls, percebi que, não só é um fantástico escritor, mas também um ser humano muito decente. 

 

8- A tua paixoneta mais recente por uma personagem fictícia.

Epá adoro o George Knightley do Emma

 

9- A tua personagem favorita mais recente.

A Flora do Cold Comfort Farm é hilariante e icónica. 

 

10- Um livro que te fez chorar neste primeiro semestre.

To Kill a Mockingbird não me fez propriamente chorar, mas fez-me sentir muita coisa.

 

11- Um livro que te deixou feliz neste primeiro semestre.

Anne of Green Gables. Valeu a pena reler este clássico, porque gostei ainda mais desta vez.


12- Melhor adaptação cinematográfica de um livro que assististe até agora, em 2021.

Vi a adaptação do Emma da Jane Austen realizada pela Autumn de Wilde e gostei muito. Uns meses depois li o livro e posso agora garantir que esta é uma excelente adaptação. 

 

13- A tua opinião favorita desse primeiro semestre (escrita ou em vídeo).

A minha dedicação à blogosfera tem estado um bocadinho intermitente este ano. No entanto, há aquelas pessoas que acompanho religiosamente e gosto sempre de ler. Adorei a opinião pouco popular da Inês sobre o Untamed e também gostei muito do seu post sobre separar a arte do artista. Não é um post de opinião, mas a publicação da Bárbara sobre o brexit deixou-me inevitavelmente nostálgica. 

 

14- O livro mais bonito que compraste ou recebeste este ano.

A Inês ofereceu-me uma Alice lindaaaa. É uma das edições de coleccionador da Wordsworth e tem esta capa para lá de amorosa (obrigada, Inês! ❤️). 

 

15- Que livros precisas ou queres muito ler até ao final do ano?

Um dia (não sei bem quando) voltarei a ter estantes. Quando esse dia chegar tenciono atacar os calhamaços de não ficção. Até lá, não há planos concretos (a não ser Enid Blyton como anti-depressivo e salvadora de ressacas literárias, claro).

 

E vocês, como têm sido as leituras do vosso 2021, até agora?