Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sweet Stuff

livros, música e desabafos vários.

15.12.17

As histórias por detrás dos postais

Trocar postais e cartas é algo que faço há mais de cinco anos. Só quem faz postcrossing é que percebe o entusiasmo que é abrir a caixa de correio e ter uma nova história por descobrir. É verdade, cada postal conta uma história.   Este que vos mostro em baixo foi-me enviado por uma rapariga ucraniana (Yanina you rule!). Sabendo que eu gostava de ballet decidiu enviar um postal com uma foto de Ninel Petrova. No verso do postal a Yanina explicou-me que Petrova foi uma das mais (...)
07.02.16

Prendas no correio

Lembram-se de quando vos mostrei a prenda de aniversário que a Lera, a minha querida penpal russa, me enviou? Pois bem, hoje venho-vos mostrar mais coisas bonitas que recebi no correio. Algures no final de Dezembro, enviei uma carta à Lera com um postal de Natal, dois chás que adoro e um marcador de livros com azulejo português: Ontem recebi uma cartinha dela com (...)
04.08.15

"L'essentiel est invisible pour les yeux"

Na véspera do meu aniversário recebi uma carta da minha querida penpal Lera e, aguentando a ansiedade, abri-a somente no dia seguinte. Hoje mostro-vos a prenda linda que a Lera me ofereceu, a par de dois postais recebi uns marcadores íman do Principezinho! Não são adoráveis? :3 Alguns dos marcadores têm frases em russo, que ainda tenho de (...)
10.02.14

I got a mail box, a mail box full of postcards

  Há já algum tempo que não vos mostrava o conteúdo da minha caixa de correio e hoje decidi dar a volta a isso, pois tenho recebido postais lindíssimos! O primeiro é uma maravilhosa aguarela de Moscovo, o segundo veio directamente da Alemanha e e este último enviado por uma menina austríaca simboliza o meu amor por viajar, tal como ela escreveu: "Since you love to travel, I think this a good postcard for you!" Adorei todos e admito que já tinha saudades de enviar e receber (...)
27.07.13

Russian Touch

Na Quarta-feira recebi uma carta da Lera, a minha penpal da Rússia, juntamente com a carta havia um pequeno embrulho. Quando abri e vi uma pregadeira em forma de matrioska quase ia dando pulos de alegria! Achei-a tão bonita que tive de a colocar no meu quadro de cortiça a fazer companhia à Torre Eiffel dourada e à papelada que tenho para lá. Agora estou a pensar no que é que lhe vou enviar de volta, algo que simbolize verdadeiramente Portugal. Têm alguma sugestão de souvenirs que (...)