Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweet Stuff

Neste blog fala-se sobre livros, viagens, ballet e muito mais.

Ter | 19.03.19

A MÁGICA DA ARRUMAÇÃO | MARIE KONDO

Vim com expectativas baixas para este livro, porque achei que ia ser uma reciclagem de coisas que todos nós já sabemos sobre arrumação. No entanto, estava errada. A Mágica da Arrumação surpreendeu-me pela positiva, por isso hoje partilho cinco lições que aprendi com Marie Kondo.

 

Image result for TIDying up gif

 

1) As roupas para "usar em casa" não têm de nos deixar deprimidos.

Um dos pontos em que estou de acordo com Marie Kondo é este: para quê usar roupa feia em casa? Sei bem o que é chegar a casa e pôr-se confortável, mas isso não significa que tenhamos de acumular trinta t-shirts diferentes que achamos horrorosas e vestimos em casa "só porque sim". 

 

2) Se não tens coragem para deitar fora não ofereças à tua mãe/irmã/etc.

Esta custou-me ouvir (ou melhor ler), mas a verdade é que sempre que organizava o meu armário fazia isto. Já não gostava de uma peça de roupa, mas não tinha coragem de deitar fora/dar para caridade, por isso dava à minha irmã. A isto chama-se empurrar a sujeira para debaixo do tapete. 

 

3) Nunca vais usar esses botões suplentes.

Obrigada! Finalmente, alguém que me compreende. Sempre achei ridícula a ideia de guardar botões suplentes, porque, pelo menos em minha casa, nas raras ocasiões em que precisava de substituir um botão já nem me lembrava onde tinha guardado o botão extra. 

 

4) Não és má mãe por deitares os desenhos dos teus filhos fora.

Este é um assunto muito delicado, mas acredito que guardar todas as tralhas que alguma vez fizemos na escola é mais uma daquelas pressões ridículas que colocamos em cima das nossas mães. Se se sentem bem em ter desenhos que os vossos filhos fizeram na creche organizados em casa, óptimo. Se já não aguentam mais vê-los à frente, não são piores mães por isso. 

 

5) As malas servem para transportar coisas, não para acumular.

Outro assunto controverso. Quando chegam a casa tiram tudo da vossa mala? Claro que não! - digo eu indignada. Pois é, mas as malas foram feitas para transportar as nossas coisas, não para acumular um mundo lá dentro. O hábito de chegar a casa e desfazer a nossa mala evita que acumulemos papelada e outros objectos inúteis. Acreditem, já o fiz e resulta!

 

Em conclusão, posso dizer que este é um pequeno livrinho útil para quem quer experimentar um novo método de arrumação. É simples, intuitivo e sem papas na línguas. Se concordo com absolutamente tudo? Não, mas já comecei a arrumar a minha casa e a notar a diferença.

 

Já leram o livro, ou viram a série? O que acham do método de arrumação de Marie Kondo?

15 comentários

Comentar post