Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweet Stuff

Neste blog fala-se sobre livros, viagens, ballet e muito mais.

Qui | 10.01.19

OS 5 MELHORES LIVROS QUE LI EM 2018

Já estamos no final da segunda semana de Janeiro, mas quis, ainda assim, deixar aqui um registo daquelas que foram as melhores leituras de 2018. 

reading5.jpg

 

Crime e Castigo, Fiódor Dostoiévski

O ano começou com um clássico russo que já vinha do ano anterior. Apesar de, ter sido a primeira leitura de 2018, lembro-me perfeitamente de como me senti ao ler este livro. A angústia, a repugnância, o desprezo que vamos sentindo pela personagem principal é simplesmente incrível. Um livro muito sofrido que recomendo vivamente.

 

Jonathan Strange & o Sr. Norrell, Susanna Clarke

Este livro apanhou-me de surpresa. Ia com expectativas altas, porque já tinha ouvido falar maravilhas, mas não sabia bem o que esperar. Esteve parado na minha estante mais de dois anos e estou feliz por ter finalmente o lido. É um calhamaço de mil páginas, mas vale muito a pena. Recomendo para quem é fã de fantasia e romances históricos.

 

Sapiens - História Breve da Humanidade, Yuval Noah Harari

Este livro merece um destaque especial, pois deixou-me com o bichinho da não-ficção. Suponho que já tenham ouvido falar, pois anda nas bocas do mundo há já uns dois, três anos. De qualquer forma faz aquilo que promete: uma breve história da espécie humana e de como nos tornámos os "animais" poderosos que somos hoje, capazes de criar e destruir. Tem uma sequela que é o Homo Deus que também gostaria de ler. 

 

A Amiga Genial, Elena Ferrante

O que dizer deste livro? Vim atrasada para a festa da Ferrante, mas caramba que livro, que mulher, que escrita. Recebi o segundo e terceiro volumes desta tetralogia no Natal e estou agora a meio do terceiro. Se querem ser surpreendidos com uma escrita incrível, sem preciosismos e um enredo que nos faz querer sempre mais e mais leiam a Amiga Genial. 

 

A Christmas Carol, Charles Dickens

Antes do Natal li este clássico intemporal que me deixou com o coração quentinho. Esta história é muito especial para mim, pois vi adaptações da peça para teatro várias vezes e lembra-me sempre a minha infância. Reconhecer as cenas que sei de cor enquanto lia foi uma sensação maravilhosa. Recomendo vivamente a toda a gente.

 

Que livros é que vos marcaram em 2018?

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.