Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweet Stuff

livros, música e desabafos vários.

Qui | 20.07.23

TAG DOS 50% (2023) 📖

o aguardado balanço semestral

Metade do ano já foi, por isso hoje venho falar sobre os melhores e piores livros que li até agora, em 2023. Podem consultar as respostas que dei em anos anteriores nos links abaixo.

2019 | 2020 | 2021| 2022

Girl Reading, Charles Edward Perugini (1878)

 

1- O melhor livro que leste até agora, em 2023.

Tive alguma hesitação em seleccionar um livro para esta categoria e acabei por escolher O Perfume das Flores à Noite da Leïla Slimani. Não sei se foi o melhor livro que li até agora em 2023, mas arrepiei-me quando cheguei ao fim (o que é sempre bom sinal) e enchi-o de post-its (tantas frases bonitas!). Já estava na minha wishlist desde o ano passado e estou feliz por ter finalmente lido.

 

2- Algum lançamento do primeiro semestre que ainda não leste, mas queres muito.

Mulheres Más de María Hesse.

 

3- O livro mais aguardado do segundo semestre.

Não sou de acompanhar lançamentos, mas estou curiosa para ler o 5º volume de Heartstopper que sai em Novembro.

 

4- O livro que mais te decepcionou este ano.

Felizmente, ainda não tive grandes decepções literárias este ano. Ainda assim, refiro Mulheres Que Lêem São Perigosas de Stefan Bollmann. Este livro fala sobre a relação das mulheres com a leitura ao longo dos tempos através da análise de pinturas e fotografias Desiludiu-me um bocado não haver praticamente obras de mulheres artistas mencionadas.

 

5- O livro que mais te surpreendeu este ano.

Fiquei agradavelmente surpreendida com A Casa Holandesa de Ann Patchett. Foi o primeiro livro de ficção que li da autora e, apesar de ser uma obra muito aclamada, fui sem grandes expectativas (e sem saber nada sobre a história). É um daqueles livros que parece não ser sobre grande coisa, mas tem personagens inesquecíveis e uma atmosfera única. Quem aqui adora livros em que a casa é a verdadeira protagonista?

 

6- Novo autor favorito (que lançou o seu primeiro livro este semestre ou que conheceste recentemente).

Li O Manifesto pela Leitura de Irene Vallejo e fiquei fã da escrita da autora. Next up: O Infinito num Junco (se já leram, digam-me o que acharam!). 

 

7- A tua personagem favorita mais recente.

Sorrow and Bliss foi um livro difícil de ler, talvez pela identificação que senti com alguns dos padrões de comportamento (e pensamento) da protagonista, Martha Friel. A Martha está continuamente a auto-sabotar a sua vida e a tentar perceber por que é que não consegue ser "normal." Às vezes é muito irritante, mas por mais que erre, é-me impossível não torcer por ela. 

 

8- Um livro que te fez chorar neste primeiro semestre.

Que me lembre, ainda não chorei com nenhum livro este ano, mas O Acontecimento da Annie Ernaux foi um completo murro no estômago. Fiquei petrificada com a sua crueza. 

 

9- Um livro que te deixou feliz neste primeiro semestre.

A Troca de Beth O'Leary foi um livro que, não só me deixou muito feliz, mas fez-me rir à gargalhada. Repito: antídoto para qualquer dia mau.


10- Melhor adaptação cinematográfica de um livro que assististe até agora, em 2023.

Vi Emily nos cinemas e gostei tanto que até escrevi um post sobre o filme. Não é uma adaptação fiel de um livro, mas sim um retrato tanto real como imaginado de Emily Brontë.

 

11- A tua opinião favorita deste primeiro semestre (escrita ou em vídeo).

Gostei sempre dos posts de opinião da Inês. Destaco este que fez com que eu descobrisse (e lesse) um livro muito bonito (e que me encontrou na altura certa).

 

12- O livro mais bonito que compraste ou recebeste este ano.

O livro mais bonito que comprei até agora este ano foi A Caravana Encantada de Beatrix Potter. Estava na minha wishlist há muito e acabei por adquiri-lo na feira a um preço incrível. É lindo por dentro e por fora.

 

13- Que livros precisas ou queres muito ler até ao final do ano?

Gostava de ler Coisas Que Não Quero Saber de Deborah Levy que é o livro de Agosto do clube de leitura das Heróides. 

 

E vocês, como têm sido as leituras do vosso 2023, até agora?

10 comentários

Comentar post