Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sweet Stuff

Neste blog fala-se sobre livros, viagens, ballet e muito mais.

10.04.19

LIVROS COM CAPAS BONITAS #1 | COLECÇÃO SISTERHOOD

Em celebração do Dia Internacional da Mulher, surgiu este ano a colecção Sisterhood que pretende celebrar alguns dos livros mais icónicos escritos por mulheres ao longo da História.       Os seis livros que fazem parte desta colecção são: Little Women (Mulherzinhas) Pride and Prejudice (Orgulho e Preconceito) Anne of Green Gables (Ana dos Cabelos Ruivos) The Railway Children  A Little Princess (Uma Princesinha) Heidi   Já leram algum destes livros? Quais são os livros (...)
28.03.19

#READ THE YEAR | O LIVRO PARA ABRIL

Para o mês de Abril o tema do desafio #readtheyear é ler um livro que ajude a explorar a tua criatividade. A minha escolha será Bird by Bird de Anne Lammott.      Este livro, como o subtítulo indica pretende ser um guia para a arte da escrita servindo de inspiração a quem quer começar a escrever, ou a quem já escreve, mas precisa de um empurrãozinho. Esta obra é constantemente referida nas listas de melhores livros sobre escrita, por isso decidi dar-lhe uma oportunidade. (...)
15.03.19

OS LIVROS SÃO A MINHA 'FURRY WALL'

  Quando eu digo que gosto de livros, a maioria das pessoas subestima-me.    Eu não gosto só de ler, gosto de livros, os objectos em si. Só entrar num sítio com livros deixa-me feliz. Quando estou stressada, por vezes basta olhar para a minha estante e tocar nas lombadas dos livros para me acalmar. E sim, eu julgo as pessoas pelos livros que têm em casa. Se não vir nenhum fico triste.   Se algum dia, alguém se lembrar de vasculhar o meu histórico vai encontrar muuuuuuuitas (...)
04.03.19

A HISTÓRIA SECRETA | DONNA TARTT

I suppose at one time in my life I might have had any number of stories, but now there is no other. This is the only story I will ever be able to tell.” fonte da imagem   Cada vez mais leio com "olhos de escritor", i.e. penso naquilo que o autor conseguiu fazer e que pode ser transporto para a minha escrita. É claro que o enredo também interessa, mas, à semelhança do que tem (...)