Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweet Stuff

Neste blog fala-se sobre livros, viagens, ballet e muito mais.

Qua | 03.04.19

VAMOS FINGIR QUE ISTO É UM RASCUNHO

Estar deprimido é...

querer escrever um post sobre livros e coisas felizes, mas não conseguir, porque há algo mais importante para falar. Algo que nos incomoda há demasiado tempo.

...é ter ataques de pânico constantes e desejar, por breves momentos, deixar de existir.

...é não procurar ajuda para os nossos problemas, ou preocupações por considerar a nossa dor inválida e irrelevante.

...é passar do extremo de dor irrelevante para gritar ao telefone com pessoas de quem gostamos sobre como elas não nos compreendem, nem nunca vão compreender.

...é sentir uma vergonha e repulsa enorme do nosso comportamento ao telefone. Na verdade é sentir repulsa por toda a nossa existência.

...é sentir-se culpado por chorar.

...é sentir que estamos sempre a errar sempre a errar sempre a errar sempre a errar sempre a errar.

...é ter zero auto-estima.

...é ter medo de tentar fazer algo, porque julgamos estar condenados à partida pelo simples facto de sermos NÓS MESMOS e não outro a fazê-lo.

...é não termos noção de que alcançámos coisas incríveis.

...e que até somos pessoas decentes.

...e que procurar ajuda não é ser dramático.

...e que cada um é diferente.

...e lida com situações idênticas de forma distinta.

...é estar cansado de ouvir os clichés citados acima e, ainda assim, precisar de ouvi-los, porque ainda que repetidos como mantras diariamente, não chegaram a ser interiorizados.

...é sentir que o mundo é uma coisa horrenda e não há nada pelo qual estar grato.

...é sentir culpa aqui e agora por estar a escrever este post e não o outro sobre livros.

...é sentir desespero.

...é partir lápis de cor ao meio e chorar durante meia-hora, porque esses lápis até davam jeito.

...é não saber para onde ir, sentir-se sozinho sozinho sozinho, achar que mais ninguém alguma vez sentiu o mesmo, achar-se estranho, incompreendido e inútil.

...é precisar de um abraço 24 horas por dia.

...é sentir-se um fardo para aquelas que nos amam.

...é sentir um certo orgulho por escrever este post e não o outro sobre livros.

Porque talvez alguém o leia e deixe de se sentir tão sozinho na sua depressão.

4 comentários

Comentar post